Análise da Seguridade Social é lançada no Senado Notícia postada em 10.10.2019


O livro “Análise da Seguridade Social em 2018“, produzido pela ANFIP e pela Fundação ANFIP de Estudos Tributários e da Seguridade Social (Faets), foi lançado nesta quinta-feira (10/10), no Senado Federal, em Brasília (DF). A publicação foi apresentada na Comissão de Direitos Humanos (CDH), presidida pelo senador Paulo Paim (PT/RS).

O estudo apresenta as receitas e despesas da Seguridade Social no período de 2018 e demonstra como os efeitos da crise econômica e a fragilidade das medidas governamentais para a sua superação dificultam ainda mais a recuperação de sua plena capacidade.
 
Em seu discurso, o presidente da ANFIP, Décio Bruno Lopes, reiterou o compromisso que a Entidade tem com a verdade. “Estamos na 19ª edição desta publicação e vamos continuar fazendo com muita seriedade e qualidade técnica, com o compromisso de informar não só os senhores deputados e senadores, mas a sociedade como um todo. O nosso compromisso é com a justiça social no Brasil”, explicou o presidente da Entidade.

Décio Lopes também fez um breve histórico sobre o sistema de Seguridade Social brasileiro e destacou seu importante papel. “Vivemos um momento histórico. Estamos vendo o verdadeiro desmonte deste sistema de proteção social com a reforma da Previdência, em tramitação nesta Casa”, disse.

Segundo o assessor de Assuntos Econômicos da ANFIP, Vanderley José Maçaneiro, é importante conhecer esse histórico para  poder avaliar as consequências das medidas que estão sendo tomadas hoje. “Quando os trabalhadores, principalmente os mais pobres, aqueles que não têm uma frequência de carteira assinada, forem se aposentar, vão perceber que só vão conseguir parar de trabalhar aos 70 ou 75 anos de idade. E quando forem olhar o valor do seu benefício, vão verificar que corresponderá somente a 60% da média de toda a sua história laborativa. Essa reforma terá um efeito nocivo devastador, principalmente ao trabalhador menos qualificado, que tem piores condições de trabalho, muitas vezes em ambientes nocivos”, destacou.

A presidente da Fundação ANFIP, Aurora Maria Miranda Borges, enfatizou a importância da publicação para o embasamento do debate sobre a Previdência no Brasil. “Existe uma necessidade muito grande de uma reflexão sobre as políticas sociais, além do debate qualificado sobre os mecanismos de financiamento de proteção social, pela reconstrução de sua base de arrecadação e pelos seus efeitos na distribuição na renda”, afirmou Aurora Borges.

Os senadores Flávio Arns (Rede/PR), Zenaide Maia (PROS/RN), Fabiano Contarato (Rede /ES) e Paulo Rocha (PT/PA) também participaram do lançamento do livro e falaram sobre a importante contribuição dada pela ANFIP. “Eu considero esta produção muito interessante, profunda e competente. Uma análise adequada, que nos orienta muito”, frisou Flávio Arns.

Estiveram presentes no lançamento da publicação no Senado Federal, os vice-presidentes Márcio Humberto Gheller (Executivo), Maria Aparecida Fernandes Paes Leme (Relações Públicas), Eucélia Maria Agrizzi Mergár (Assuntos Fiscais) e Maria Beatriz Fernandes Branco (Assuntos Jurídicos). Durante sua exposição, o presidente da ANFIP destacou a importante contribuição ao estudo dada pelos Auditores Fiscais Cicero Viana de Souza (MA), Janira dos Santos Gomes (RN), Luiz Weschenfelder (RS) e Paulo Correa Rodrigues (RS).

FONTE: ANFIP 
Compartilhe nas redes sociais: