ACOMPANHE EM TEMPO REAL - Lançamento da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Previdência Social Notícia postada em 20.03.2019

ACOMPANHE EM TEMPO REAL 

Lançamento da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Previdência Social


17:57 - O Brasil é o país campeão em tributação sobre consumo (49.5%) e em penúltimo lugar do ranking em tributação sobre patrimônio  (4.4%).

Fonte: OCDE


17:55 - Fagnani lança o livro Reforma Tributária Solidária e explica a importância de se fazer uma reforma tributária antes de uma reforma previdenciária


17:50 - Eduardo Fagnani, pesquisador da Unicamp:  o objetivo não é promover uma reforma e sim de uma mudança no pacto social de 1988. De forma velada e sem discussão. Outro problema é a capitalização.  Eu tenho certeza que no futuro as pessoas não terão aposentadoria.

17:19 - Evandro (CONTAG): Desmontar o sistema de Previdência da área rural: esse é o principal ponto da reforma. Em que condições uma mulher no campo que começa a trabalhar com 14 anos, vai se aposentar com 60 anos? O trabalho no campo é extremamente penoso e a jornada da mulher é muito maior.  Além de fazer os trabalhos domésticos, ela atua no campo. 60% dos trabalhadores rurais tem renda líquida de 300 reais.


16:45 - Vladimir Nepomuceno, Consultor de entidades sindicais de servidores: Reforma coloca servidores como privilegiados como se todos ganhassem R$ 39.000, nas escolas, hospitais, universidades.


16:14 - Clemente Ganz Lucio (Dieese): são 150 bilhões de isenção e desoneração por ano. É necessário fazer acordo sobre os objetivos que queremos alcançar. O objetivo é proteger a todos ou a quem merecer? quem não merecer tá fora? Acordo medíocre é aquele onde cada um se vira. A grande maioria não terá capacidade real de produzir sua própria proteção.

15:59 - Julio Durval Fuentes (CLATE): nós, como sociedade, seja no Brasil, Argentina ou Chile, devemos honrar nossos anciãos. Temos que unir forças por um sistema previdenciário que honre nossa população.

15:54 - Argentino - Durante os 14 anos que a Argentina teve o sistema de capitalização, foram os anos em que o país mais sofreu com o fechamento de empresas. Esse discurso de que vai melhorar a economia com a reforma é uma farsa, uma grande mentira. Do ponto de vista moral e Social, essa reforma vai contra a todos os nossos princípios. Nós como sociedade temos a obrigação de cuidar dos nossos anciões.


15:34 - Julio Durval Fuentes : A pressão popular foi tão grande que eles já estão pensando em reverter esse quadro.

15:20 - Senador Paim aplaudiu faça do palestrante Recredo Galvez " O engraçado é que o Chile está propondo o sistema do Brasil, enquanto o Brasil está pensando no sistema do Chile".

15:10 - Recredo Galvez Os gráficos que ele mostra durante a explicação comprovam que os investimentos estão sendo usados no mercado financeiro.

15:09 - Recredo Galvez: Os ganhos destas empresas é absurdo.  O que aconteceu nos últimos anos, é que a rentabilidade foi diminuindo e agora houve a necessidade de buscar outros investimentos.Tudo começou com uma promessa. O discurso era de a capitalização era o paraíso.

15:02 - Recredo Galvez A relação das contribuições com o salário mínimo chega a 2.8 e 2.4.

15:00 - Recredo Galvez O dinheiro que está no fundo de pensão está investido no mercado financeiro.  Mais de 9 milhões.

14:43 - Recredo Galvez: É interessante como Essa reforma que se instalou deixou de fora os policiais e militares.

14:40 - Recredo Galvez: Tudo começou com uma promessa. O discurso era de a capitalização era o paraíso.

14:25 - TRANSMISSÃO AO VIVO | MidiaNINJA | https://www.facebook.com/MidiaNINJA/videos/789410391445234/

Intervalo. Retorna às 14h30.

13:00 - Composição da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Previdência Social: 

Senadores 

Paulo Paim 

Elisiane Gama

Jorge Kajuru 

Randolfe Rodrigues 

Weverton Rocha

Deputados 

André Figueiredo 

Bira do Pindaré 

Bonh Gass

Professora Marcivania 

Rodrigo Coelho

13:00 - Zé Pinto (SBPS Sociedade Brasileira de Previdência Social): Eu defendo sim uma reforma que acaba com a DRU, as desonerações e para corrigir a distorção que existe no sistema e que não foram causadas pelo trabalhador.

12:55 - Zé Pinto (SBPS Sociedade Brasileira de Previdência Social):  Precisa ter minimamente um serviço de previdência pública que atenda os mais pobres.

12:58 - Zé Pinto (SBPS Sociedade Brasileira de Previdência Social):  As regras gerais para servirem como diretrizes fica suprimida do texto.  Ora, estão tirando a oportunidade de debater mudanças e melhorias pois só o presidente terá competência para fazer o que quiser com o sistema previdenciário. Isto é muito grave, retira da população a possibilidade de discussão, esse tem que ser o primeiro debate na CCJ da Câmara.

12:54 - Zé Pinto (SBPS Sociedade Brasileira de Previdência Social):  Nenhum deputado e senador pode oferecer alguma alteração,  pois essa proposta é uma 

Ofensa grave a inconstitucionalidade.

12:52 - Zé Pinto (SBPS Sociedade Brasileira de Previdência Social):  No que diz respeito às polícias militares a preocupação é muito grande, pois apenas com uma PEC pode mudar toda a situação.


12:49 - Zé Pinto (SBPS Sociedade Brasileira de Previdência Social):  o maior desafio é esclarecer a população sobre os reflexos dessa reforma na vida das pessoas.

12:34 - Deputado José Guimarães (PT/CE): Apresentaremos voto em separado na CCJ, arguido  a inconstitucionalidade dessa proposta.

12:30 - Índio Carneiro (Intersindical): a reforma só irá atender meia dúzia de empresários milionários no Brasil.  Essa proposta desemprega e tira um trilhão de reais da economia.  

12:12 - Saulo Arcangele (CSP Conlutas): não podemos negociar o BPC e a retirada do PIS de 23 trabalhadores.  Muito menos retirar a contribuição de governo e empregadores da Previdência.


12:06 -Edson Guilherme (Mosap): a PEC 06/2019 é a destruição do serviço público.  Não queremos que as pensionistas sejam mortas antes do tempo.

11:53 - Varlei Martins (COBAP): vamos visitar todos os deputados contra a MP 871 e 873 e contra essa reforma.  Vamos pressionar para que votem contra essa reforma.


11:48 - Deputada Marcivania (PCdoB/AP) não houve reforma trabalhista e sim vulnerabilização do trabalhador.  Não haverá reforma da Previdência e sim destruição dos direitos daqueles que mais precisam de proteção.

11:40 - Ubiraci Carvalho (CTGB): querem transformar nosso povo em escravo.  Querem fazer aqui um genocídio, assim como estão fazendo no Chile.

11:38 - Antônio Neto (CSB): precisamos desmentir a  narrativa desse governo de que a Previdência é insustentável.  É mentira!

11:35 - Deputada Erika kokay (PT/DF): A reforma quer vender nossos corpos e os nossos direitos ao sistema financeiro.

11:30 - Deputado Assis Carvalho (PT/PI): a centralidade dessa maldade é a capitalização.  Eles têm que pagar o financiamento deles com o mercado.  É preciso que as centrais sindicais e os partidos comprometidos com o povo se mobilizem em seus estados, nos aeroportos, cobrando dos  seus parlamentares.  Nós vamos derrotar esse pacote de maldades.  Não à reforma!

11:15 - Deputado Carlos Veras (PT/PE): o ataque já está em vigor com a MP 871. Tem trabalhador se suicidando por causa do pente-fino do INSS.

11:11 - Deputada Alice Portugal (PCdoB/BA): a Previdência já foi aviltada em muitas reformas. Servidor aposentado depois de 2003 já foi Bi tributado.

11:05 - Deputado Pedro Zaire: O desmonte não será de apenas uma categoria mas de toda a Previdência Pública.  Não podemos dividir a luta. Servidores, professores... Todos em defesa da Previdência.

11:00 - Deputado Bira do Pindaré (PSB/MA): temos que ocupar as ruas e as redes sociais e combater as fake news do governo.  Quanto mais a população sabe a verdade mais cresce a rejeição dessa proposta. 

10:58 - Senador Paulo Paim (PT/RS) convida o ex ministro Ricardo Berzoini para compor a mesa e elogia sua postura ontem na defesa da Previdência Pública, durante debate na CAE.

10:52 - Deputado Rodrigo Coelho (PSB/SC) : O ponto mais grave é a capitalização.  A Reforma Trabalhista foi aprovada com a promessa de que ia gerar empregos e não gerou. Os parlamentares não leram essa proposta e não estão percebendo a gravidade para o povo brasileiro.  

10:30 - Senador Paulo Rocha (PT/PA): Só as ruas vão conseguir derrubar essa reforma.  Vamos fazer uma comissão para viajar em todos os estados brasileiros e mobilizar toda a sociedade.  Viva a unidade da classe trabalhadora. 

10:10 - Senador Paulo Paim (PT/RS): Ontem à noite o Min. Luiz Fux, Vice-Presidente do STF, disse que Seguridade é cláusula pétrea, não pode ser retirada da Constituição Federal.

10:05 - Senador Paulo Paim (PT/RS): Agradeço a presença de todos. Temos mais de 100 entidades colaborando para que esse ato aconteça. Estamos transmitindo na internet para todo o Brasil. Este evento já é um sucesso.  Esse Governo tem que entender que previdência não é do sistema financeiro, é do povo brasileiro. 

10:03 - Senador Paulo Paim (PT/RS) convida o ex ministro  Ricardo Berzoini para compor a mesa e elogia sua postura ontem na defesa da Previdência Pública, durante debate na CAE.
10:03 - TRANSMISSÃO AO VIVO | TV CÂMARA| https://www.youtube.com/watch?v=Yy4rvBkMWR8&feature=youtu.be

10:02 - TRANSMISSÃO AO VIVO | MidiaNINJA | https://www.facebook.com/MidiaNINJA/videos/332558977606510/

09:55 - 
FOTOS  #ReformaDaPrevidência | https://flic.kr/s/aHskT7NBeU

09:18 - 
Se não negociar... não passa #ReformaDaPrevidência | https://youtu.be/ZTieE5OL6kw  




Compartilhe nas redes sociais: