Em congresso dos vigilantes, Paim conclama “rebelião das consciências” contra o governo Temer Notícia postada em 26.10.2017


“Estou diante de uma categoria consciente e atuante em defesa dos direitos dos trabalhadores”, disse o senador Paulo Paim (PT/RS), nesta quinta-feira (26), em Brasília, na abertura do 9º Congresso Nacional dos Vigilantes. O evento é promovido pela Confederação Nacional dos Vigilantes e Sindicato dos Vigilantes do Distrito Federal.

Paim alertou que o momento é de união do movimento sindical para combater as reformas trabalhista e previdenciária. “As elites e os poderosos tomaram conta do Planalto e do Congresso. A estratégia deles é a de sempre: fazer com que a corda arrebente no lado mais fraco. Mas, eles estão enganados, pelo Brasil, nós vamos reverter esta situação”.

Sobre a CPI da Previdência, Paim  disse que o relatório aprovado é um divisor de águas. “Podem crer, o atual e os próximos governos terão que beber nesta fonte. A comissão provou que a Previdência não é deficitária e que o problema é de gestão. Não precisamos de reforma alguma”. Para ele, “o relatório servirá também para os estudantes entenderem a realidade e a história do Brasil”.

“Creio na vida e na democracia. Acredito em uma rebelião das consciências contra os ataques do governo Temer”, disse. 
Compartilhe nas redes sociais: