Paim defende criação do Conselho do Secretariado Notícia postada em 26.09.2017
O senador Paulo Paim (PT-RS) defendeu nesta terça-feira (26), a criação do Conselho do Secretariado, durante o Seminário Nacional da categoria, no auditório Nereu Ramos, na Câmara dos Deputados, em Brasília. 

“Devido à grande importância que esses profissionais exercem no mercado de trabalho, é fundamental a criação do Conselho que permitirá mais organização e estruturação para a categoria”, disse Paim. 

De acordo com a presidente da Federação Nacional das Secretárias e Secretários (FENASSEC), Maria Bernadete Lira Lieuthier, no dia 30 de setembro, a profissão comemora 32 anos de regulamentação, e por isso, ela afirma que ‘não é permitido mais retrocessos na legislação’. 

“É inegável estabelecer o código de ética para garantir os direitos e a legislação trabalhista para todos os secretários do nosso país”, argumentou. 

Participaram também da mesa de debate, o deputado Daniel Almeida (PCdoB-BA), o deputado Severino Ninho (PSB-PE), o diretor geral da Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio (CNTC) Lourival Figueiredo Melo e o secretário de Relações Institucionais da União Geral dos Trabalhadores (UGT) Miguel Salaberry Filho. 

O Projeto de Lei 6455/2013, que autoriza a criação do Conselho Federal de Secretário e Técnico de Secretariado Executivo e os Conselhos Regionais de Secretariado Executivo e Técnicos de Secretariado Executivo, está aguardando deliberação na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC), da Câmara dos Deputados. 

Saiba mais 

Com mais de dois milhões de profissionais em todo o país, o secretariado exerce função relevante em todos os tipos de organização, pública e privada, com atuação em todos os segmentos da atividade econômica. No Brasil, a mulher surge como secretária na década de 50, e o primeiro curso Técnico em Secretariado teve início em São Paulo, em 1943. 

Compartilhe nas redes sociais: