ARTIGO - Frente Ampla pelo Brasil / ZERO HORA Notícia postada em 15.08.2017
Há uma proposta que vem sendo discutida nos estados há mais de dois anos. A Frente Ampla pelo Brasil é um espaço de diálogo e de compreensão dos problemas nacionais, regionais e municipais. Ela busca a construção de propostas viáveis para mudanças estruturais e de transformação do país em uma sólida e verdadeira nação. 

O que a unifica são as causas justas e o respeito às diferenças culturais, sociais, econômicas e políticas. Há nela uma infinidade de pensamentos e pluralidade.

Não podemos nos acovardar e ficar condenados à desesperança e aos fantasmas ideológicos de grupos que só buscam o poder pelo poder e de uma elite minoritária que não possui amor ao próximo e ao nosso país.

A Frente Ampla pelo Brasil busca a perfeição dos sonhos, mesmo que utópicos, e a valorização da nossa gente. Queremos que a grandeza dos brasileiros seja o principal alicerce da nossa desejada nação.

A corrupção está institucionalizada e a impunidade é decisiva para que ela aumente. A punição deve ser severa, e a lei, valer para todos. Os governos transformam o Estado em balcão de negócios. E o que tivemos até hoje foram governos sem princípios e sem olhar humano.
Há outros pontos que estão sendo discutidos: saúde, educação, direitos trabalhistas, moradia, segurança, ciência e tecnologia, emprego e renda, economia, direitos humanos.

O Brasil não possui uma cultura de governabilidade. Cada vez que muda o governo, mudam-se as políticas econômicas e sociais de acordo com o pensamento do grupo que assume. Não há máquina administrativa que aguente e nem programa de governo que se sustente.
Já o mercado interno e a indústria nacional devem ser prioridades. Para termos uma ideia, o mercado interno dos Estados Unidos representa 22%; o da China, 20%; e o do Brasil, 4%.

Os brasileiros, do campo e da cidade, os trabalhadores e os empresários, cada vez mais exigem cidadania tributária, cidadania fiscal, cidadania econômica, cidadania social, cidadania jurídica.

Não há mais espaço para governos venais e falta de transparência na atividade pública e no setor privado. O Brasil precisa mudar e o melhor caminho ainda são as urnas e uma democracia que respeite a decisão da população.

A Frente Ampla pelo Brasil é a congregação fraternal do povo e a soma de todas as energias coletivas do país.

Senador Paulo Paim (PT/RS)

Compartilhe nas redes sociais: