CCJ deveria adiar votação da reforma trabalhista, diz Paim Notícia postada em 28.06.2017
Prevista para esta quarta-feira (28) na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), a votação da proposta de reforma trabalhista (PLC 38/2017) deveria ser adiada, na opinião do senador Paulo Paim (PT-RS).

Em entrevista à Rádio Senado, Paim disse que um assunto polêmico como a mudança na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) não pode ser objeto de deliberação no momento em que o presidente Michel Temer é alvo de denúncia apresentada pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

"O correto seria não votarmos nada em vista dos fatos", disse o senador.

Para ouvir a entrevista, clique aqui

Fonte: Agência Senado 
Compartilhe nas redes sociais: